26 abril 2017

Sobre ter voltado a trabalhar...e parar de novo!

Sim, eu voltei a trabalhar...mas vou parar novamente...de trabalhar fora, claro!

Perto de Alice fazer 1 ano bateu aquela vontade de voltar com minha vida profissional. Eu amava ficar em casa com Alice e ver de perto as primeiras conquistas e descobertas dela, ver os primeiros passinhos, as primeiras palavras, enfim, participar de perto!
Mas senti aquela vontade que eu sabia que sentiria, de voltar, sair todo dia e ter outros assuntos que não fossem cocô ou papinhas...hahaha Bobinha!
Comecei a procurar emprego em dezembro, e em fevereiro já estava empregada...uma empresa bacana, um salário razoável e na área que eu queria!
A adaptação de Alice no berçário foi maravilhosa, uma semana e ela já estava acostumada com a rotina. No primeiro mês foi tudo bem, Alice adorando as tias e a rotina, só faltava me dar xau na hora que deixava ela, tudo fluindo, aliás, era novidade pra ela né ter um monte de criança pra ela brincar...
Passado o primeiro mês veio o choque de realidade, e ela entendeu que não ficaria mais comigo o dia todo...e começou dar xilique sem querer ficar, e me veio o arrependimento de eu ta fazendo isso com ela.
Me arrependo até hoje.
Podia estar com ela em casa.
Me sinto egoísta.
Tem dias que Alice ainda chora pra ficar na creche, por semanas a fio ela chora na hora de ficar e eu me sinto péssima quase todos os dias, por que quando ela não chora ela vai para o braço da tia triste.
Mesmo sabendo que quando eu saio ela fica bem, pois fico esperando ela parar de chorar antes de sair, mesmo escondida. Quando saio ela para e vai brincar. 
E então eu me pergunto e quando for os 2 chorando? Talvez com Heitor seja diferente...mas eu sai do trabalho pra cuidar de Alice, e não vou sair pra cuidar de Heitor?!?
No começo ainda pensava, é só uma fase e ela vai se acostumar...vou dar tempo ao tempo...

Com 9 meses na empresa descobri a gravidez. Nossa que susto!
Pouquíssimo tempo de empresa e já grávida...o que eu ia fazer?

Diferente da volta ou não da licença de Alice, que eu estava cheia de dúvidas e com medo de me arrepender.
Eu já decidi, e já comuniquei no trabalho...não volto!

Agora é diferente...sei o quanto estamos sofrendo até hoje e não quero mais abrir mão de cuidar dos meus filhos...não vou ser egoísta, não mais. Para mim estou sendo sim!
Meu marido super apoia eu ficar em casa com eles...aliás, ele esta fazendo questão. Ele vê o quanto é difícil pra gente.

Se eu posso e quero, por que não fazer?!?

Eu poderia voltar e fazer como estou fazendo agora, terceirizar os cuidados com os bbs, a faxina da casa, e quase todos os dias meu almoço e do marido.
Sei que muitas vão dizer, o que vale é o tempo de qualidade que você passa com ela...e eu digo, vou tentar essa tese com meu chefe pra ver se ele aceita..." Poxa chefe, eu venho trabalhar meia hora, mas o que importa é que estarei aqui e vou dar conta" Sabendo que não vou...

E pra fechar, não aceito e até defendo quem decide ficar em casa com os filhos.
A gente só para de trabalhar fora, por que o trabalho em casa é dobrado viu.
Pois eu trabalhando posso ter diarista, pedir comida ou sair pra comer fora sempre que quero.
Em casa a coisa muda, posso até ter uma diarista uma vez no mês, mas o trabalho diário ta ali me esperando, sempre!

Sigam seu coração mamães...levando a razão e o bom senso juntos, claro!


Bjss.

24 abril 2017

30 Semanas de Heitor, Ultrassom e chá de fraldas no trabalho!

Olá...
Hoje 30+2 semanas de Heitor!
Barriga pesando, falta de ar, contrações e sobe e desce de pressão!!
Amanhã é dia de consulta, vamos ver quantos quilos engordei esse mês, por que no último foi 2kg...

Na última quinta fiz uma ultra, pra saber como meu menino está. Todo lindo, perfeitinho, no auge de seus 1.270kg e 38cm, não pára um minuto, e esta de cabeça para baixo já.
Tudo normal com o líquido, com o peso e tamanho, enfim...tudo correndo bem. Graças a Deus.

Esqueci de escrever sobre o chá de fraldas que fizeram pra mim, aqui no trabalho. E a Danny querida, me lembrou...
Pois é...o pessoal do trabalho organizou pra mim, eu só precisei levar o bolo, e os enfeites, as outras coisinhas, cada um colaborou.
Com um saldo de 824 fraldas, fiquei bem feliz...pois o investimento foi muito pouco! Eu mesma não iria fazer, como não fiz de Alice, mas me deram a idéia, e se ofereceram pra ajudar, não podia recusar né, toda fralda é muito bem vinda.

Foi tudo muito simples...Mas eu amei!

Parte das fraldas. Continuei ganhando no decorrer da semana, de quem não levou no dia...






                            O bolo de chocolate minha vizinha fez pra mim, e o de fralda eu fiz...

Ficou tão fofinho...rs

Depois volto com as noticias do quartinho, que já comecei a pintar esse fim de semana.
 Ahh, tava olhando nas minhas postagens da gravidez de Alice, e eu disse que se ficasse grávida de novo, com 32 semanas estaria tudo pronto Aqui....hahahaha
Tenho quase certeza que só acabarei tudo com umas 35...

Bjss




18 abril 2017

Segunda gestação e uma bebê de 2 anos, como faz??


Na primeira gestação eu conseguia descansar sempre que podia e queria, chegar em casa depois de um dia exaustivo no trabalho e não fazer nada se eu quisesse, finais de semana dormir até tarde, e simplesmente ficar rolando na cama vendo filme, se eu quisesse...mas e na segunda gestação com uma filha ainda pequena, que no auge dos seus 2 anos e 2 meses tem uma bateria que não descarrega, e que depende de você pra tudo? O que fazer?? Como ficar sem carregar peso, acordar cedo, e não parar 1 minuto? 


Simples...não tem como...hahaha


Na primeira gestação eu tive ajuda, pouca mais tive, sempre que dava minha irmã aparecia lá em casa pra me ajudar no fim de semana...Nessa gestação nem visita eu recebo...hahaha

Eu chego em casa, e tenho que me virar nos 30! 


Vamos lá!

Parei um pouco de dirigir agora, mas nos dias que dirijo...

Acordo, faço café da manhã (tem dias que marido faz) nosso e de Alice, tomo café, acordo ela, troco de roupa, dou a mamadeira, e depois vou me vestir.

Desço 4 lances de escada na maioria das vezes com Alice no colo, por que sim eu ainda dou colo pra ela, mesmo com um barrigão de 7 meses; abro porta, sento na cadeirinha, coloco cinto, deixo ela na creche, vou pro trabalho, na volta pego ela na creche, coloco na cadeirinha, ponho cinto e dirijo pra casa, subo os  lances de escada com 5mil sacolas e puxando ela...

Chego em casa, faço jantar já adiantando almoço ( por que onde trabalho não tem muita opção pra almoçar, e eu teria que sair, e nesse solzão daqui prefiro levar mesmo), jantamos, lavo louça, vejo se tem roupa pra colocar na máquina, lavo 5mil calcinhas e roupas por que estou desfraldando ela e sempre tem escapes, brinco um pouco com ela, depois dou banho, mamadeira e coloco pra dormir. Ufa!

Essa é uma rotina onde tudo deu certo nesse dia, Alice não fez manha pra acordar, não fez birra pra sair de casa, não fez birra pra tomar banho e escovar os dentes...

Ah, e nos dias que meu marido chega em casa cedo...me ajuda com o jantar, ou com a louça, ou com Alice.



Alice sempre dormiu bem, é onde escapo, por que no fim de semana a tarde ela sempre dorme por umas 3 horas, e eu aproveito pra dormir também ou fazer alguma coisa que não consigo com ela acordada. Menos de manha, claro, já esta acostumada acordar as 7 da manha todo dia, e nos fins de semana não seriam diferentes né...

Ainda consigo sentar pra brincar com ela, mas estou começando a não aguentar mais...a barriga ta pesando, as costas doem, e a falta de ar então!

Estamos entrando na 30ª semana, e o cansaço esta batendo! Pra tentar melhorar a situação, peço pra ela subir em algo pra poder pegá-la, só ajudo a subir na cadeirinha do carro, e tento fazer ela dormir cedo pra eu ir dormir também, o que quase nunca da certo.

Não quero nem pensar quando estiver no 8º ou 9º mês...e quando tiver os 2 aqui??
 

Ainda bem que tudo vale muito a pena!!


Ouvir mamãe um “ mamãe quelo baço”... ou quando chego pra buscá-la na creche e ela diz... “olha tia é a minha mamãe”...

Ou um sorriso assim que acordo...


Não tem preço, mas o seu valor é incalculável.

04 abril 2017

27+3 semanas de Heitor e Instagram.

Olá...

Hoje quero registrar que já entramos no 3º e último trimestre...😁😁
E nem é clichê falar que ta passando muuuito rápido!
Eu costumo muito comparar uma gravidez com a outra, mas é uma comparação sadia.
Na gravidez de Alice, eu estava super apreensiva querendo tudo pra ontem...uma ansiedade que não cabia em mim, parecia até que os dias não passavam. Já agora eu estou mais tranquila, deixando as coisas acontecerem no seu tempo sem neura e sem exageros! Mas acho que isso tem até uma certa explicação, na gravidez de Alice meu foco era Alice, e na gravidez de Heitor, meu foco é Alice hahaha...Não estou dizendo que não estou curtindo, estou organizando enxoval e quartinho com o mesmo carinho e amor, mas com uma bebê de 2 anos, a atenção é dividida, diria até balanceada...e eu estou tão bem com isso!

Falando sobre sintomas, não tenho sentido nada de diferente...apenas o cansaço ao final do dia, já que a barriga ta começando a pesar e Alice ta querendo mais colo que nunca.

Tem chegado algumas coisinhas do Ali, e o enxoval de Heitor ta quase pronto.
Até o enxoval ta mais "enxuto", pois muita roupa que comprei pra Alice foi doada sem ela se quer ter usado, já que moro em uma cidade super quente, e roupa só pra sair, em casa era camiseta ou body e fralda. pronto!
Agora estou menos iludida de pensar que moro na neve, e nem to comprando muita roupa..haha

Outra coisa que queria dizer...
Eu me rendi a criar um Instagram pro blog, é tão prático tirar a foto escrever um texto ou frase e publicar, consigo registrar tudo e de forma instantânea pra ver tudo depois, como eu queria que fosse aqui, mas nessa vida moderna fica mais difícil...
Lá eu posto fotos sobre o dia a dia, e sobre meus bebês...
Deem uma olhada lá, ta bem no começo por isso tem poucas coisas, mas eu chego lá...se alguma de vcs também usam o Instagram, deixem o link que com certeza vou espiar.

Pode acessar  Aqui